Tag Archives: Firefox

Um Passeio Pela Deep Web

22 maio

Depois de muito ouvir falar sobre essa tal de Deep Web, resolvi dar uma olhada por mim mesmo se o que todos falam é verdade mesmo. O que eu vi? O que a Deep Web tem de tão misterioso? Quais segredos a Deep Web guarda? Vem comigo!

ice[1] 

Essa imagem acima talvez já resume logo de cara o que é a Deep Web: um monte de sites que você não deveria ver. Mais afinal, que diabos é essa tal de Deep Web?

A resposta é talvez até um pouco simples demais: é onde os buscadores da web  (leia-se Google) não conseguem chegar. Sites criptografados, onde você só consegue ter acesso com programas específicos. Então agora você deve pensar que pouquíssimas pessoas freqüentam a Deep Web, certo? Errado: a web “de superfície”, aquela que você usa e vê todo o dia, é somente uma pequena parta da web. Os dados não são precisos. Já li que a web “normal” é apenas 3% de todo o conteúdo disponível, outros dizem que é meio a meio. Qual é a informação correta? Também não sei dizer.

O que posso dizer é que existe um bom motivo para esses sites serem criptografados e acessados apenas via proxy (mecanismos que dificultam o rastreio do seu IP). E qual é esse motivo? Simples: a Deep Web esconde o que de mais perverso o ser humano pode produzir. Pedofilia pesada, tráfico de armas, drogas, órgãos, assassinos de aluguel, seitas macabras, hackers, tudo isso são figurinhas carimbadas escondidas pelo anonimato da Deep Web.

Como tudo o que é misterioso, li várias coisas sobre a Deep Web. Uma das que me deixou pensativo foi várias pessoas dizendo que a Deep Web se subdivide em camadas (6 ou 8, achei os dois relatos) sendo que o nível de perversão e obscuridade aumenta muito entre um nível e outro. Não sei se isso é verdadeiro, mais como vi apenas alguns sites no que deve ser a primeira camada, fico imaginando que tipo de coisas existem na última.

Mais como eu faço pra entrar nessa Deep Web? É simples também: baixe o Firefox e o Tor, e boa diversão. Existem vários tutorias para quem quer se aventurar pelo submundo internético.

Ao entrar nessa tal de Deep Web, as diferenças da web superficial são logo nítidas: não existe um buscador universal, você tem que achar as páginas um pouco que na raça (embora pesquisando você facilmente ache listas com várias páginas da Deep Web), os endereços também são muito diferentes do habitual: os endereços das páginas são, em sua maioria, um código seguido de .onion (ex: asd65s56.onion , ao invés do tradicional site.com.br), ou seja: muitos e muitos sites você apenas vai encontrar se alguém lhe der o endereço. Isso é um dos motivos da exclusividade da coisa. Uma das páginas mais conhecidas da Deep Web é a famosa Hidden Wiki, uma Wikipédia com vários assuntos (e links) feito pelo pessoal que vive no submundo da web. Os assuntos são diversos, e muitas vezes chocantes: como encobrir as pistas de um assassinato, os métodos mais eficazes de tortura, onde vender pornografia infantil… enfim, coisa de doente mesmo.

O anonimato presenta na Deep Web é o que garante a grupos de pedófilos, traficantes, seitas raciais como nazistas, e coisas do tipo, falarem abertamente sobre o assunto em fóruns. Aliás, isso é o que mais existe na Deep Web: fóruns falando sobre tudo quanto é assunto. Muitos assuntos dos quais, se fossem comentados na web normal, renderiam bons anos de cadeia a todas as pessoas que ali estavam comentando.

Mais então quer dizer que só tem porcaria e gente doente na Deep Web? Claro que não! Também existem coisas boas por lá. Existem páginas de pesquisa de universidades (que estão lá pelo caráter sigiloso da Deep Web),  e algumas das coisas mais interessantes que já li sobre ufologia e criptozoologia também podem ser encontradas na Deep Web. Vi também coisas sobre defesa pessoal, um site até que engraçado destinado a contar os podres sobre famosos (com fotos inclusive). Muitos grupos subversivos também tem seu ponto de encontro garantido no anonimato do submundo, como o Anonymous. Eles geralmente combinam seus ataques via Deep Web.

Depois de um tempo dado uma perambulada pelo submundo da web, vi muita merda mesmo. Vou dizer que é o enorme conteúdo da Deep Web: muita porcaria doentia. A Deep Web com certeza não é lugar para qualquer pessoa. Muitas coisas que você pode ver por lá com certeza podem te traumatizar. Acho que o acesso deve ser feito apenas por pessoas psicologicamente preparadas para poder suportar o que se pode vir a descobrir, e o que se pode ver na Deep Web, pois ali está um mundo sem nenhum tipo de pudor ou censura, onde qualquer pessoa pode falar, postar ou ver o que bem entender. Na Deep Web, o filtro parte de você. Enfim, vale a pena navegar por esse submundo? Sim e não. Sim pois você pode achar muita informação, como nas páginas sobre pesquisas e ufologia. Não, pois a coisa por lá é hardcore: fotos de gore e pedofilia são comuns em vários sites, mesmo você não procurando por isso. Obviamente que antes de partir para a Deep Web, previna-se com um ótimo anti-vírus e um igualmente bom firewall.

Enfim, a decisão é sua. E aí, aceita um passeio pelo mundo obscuro da Deep Web?

Anúncios

Estudo afirma que usuários de IE tem Q.I. menor que dos outros browsers

29 jul

Um estudo pela companhia canadense AptiQuant, afirma que os usuários do Internet Explorer tem a média de Q.I. menor que os outros (pouco acima de 80, para os usuários de IE 6). Na liderança ficou o Opera, com a média acima de 120.

29_iq_score

O estudo, chamado “Intelligence Quotient (IQ) and Browser Usage" (traduzindo, fica algo como: Coeficiente de inteligência e uso de browsers) tem amostragem de mais de 100 mil pessoas, e mostrou que os usuários que não atualizam seus browsers, como aqueles que ainda usam o Internet Explorer 6 possuem um Q.I. inferior aos usuários que usam uma versão mais atual.

Por mais que tudo seja contestável (eficiência do Q.I. como forma de medir inteligência, ou qual seria o objetivo desta pesquisa) eu, como um usuário de Firefox, não sou, necessariamente, um gênio, e prevejo que quem usa o Ópera também não o seja apenas por esse detalhe.  Porém por muito tempo tive  essa sensação sobre quem usa IE. Em rodas de nerds e heavy users, se você disser que usa IE, será escorraçado até a morte.

Mais uma vez temos a prova do declínio do IE. Se você o usa, é motivo de piada.